EVOLUÇÃO HISTÓRICA DO FATOR DE IMPACTO (FI) NA BASE WEB OF SCIENCE (WOS) DOS PERIÓDICOS DO BRASIL ENTRE 2008 E 2018

Autores

  • Renata Seabra Domingues Associação Brasileira de Editores Científicos
  • Claudia Vilalva Cassaro Centro de Estudos de Venenos e Animais Peçonhentos
  • Lucilene Delazari dos Santos Centro de Estudos de Venenos e Animais Peçonhentos
  • Hélio Rubens de Carvalho Nunes Faculdade de Medicina de Botucatu
  • Juliana Siani Simionato
  • Milton Shintaku Instituto Brasileiro de Informação em Ciência e Tecnologia
  • Rui Seabra Ferreira Junior Centro de Estudos de Venenos e Animais Peçonhentos
  • Benedito Barraviera Centro de Estudos de Venenos e Animais Peçonhentos

Palavras-chave:

Web of Science, Periódicos científicos, Fator de impacto, Comunicação científica

Resumo

O Fator de Impacto é publicado desde 1972 pelo Journal Citation Reports. Embora não seja unanimidade entre os pesquisadores é um dos indicadores de qualidade para as revistas indexadas na base Web of Science. O presente estudo teve por objetivos apresentar a série histórica do Fator de Impacto das revistas brasileiras indexadas nesta base a partir de 1997. No ano mencionado, havia 11 periódicos indexados; em 2008, 31 e em 2018, 158. Atualmente 99 revistas tem Fator de Impacto maior que 0.5 (62.7%), 54 tem Fator de Impacto maior que 1.0 (34.2%), 10 tem Fator Impacto maior que 2.0 (6.3%) e duas tem Fator Impacto maior que 3.0 (1,3%). O evidente crescimento desta métrica, especialmente nos últimos 10 anos, se deve principalmente a três fatores: a crescente exigência do indicador Qualis da CAPES aos programas de Pós-graduação para que priorizem sempre revistas indexadas, arbitradas e de elevado Fator de Impacto para publicação dos resultados obtidos; a consolidação da biblioteca SciELO exigindo padronização e qualidade para indexação na sua base; e a Associação dos Editores Científicos qualificando incansavelmente e desde 1985 os Editores brasileiros com vistas à melhoria das métricas, das indexações e da qualidade das publicações. Estes resultados animadores inserem e globalizam definitivamente a ciência publicada nas revistas brasileiras no competitivo mercado editorial.

Biografia do Autor

Claudia Vilalva Cassaro, Centro de Estudos de Venenos e Animais Peçonhentos

Journal of Venomous Animals and Toxins including Tropical Diseases

Lucilene Delazari dos Santos, Centro de Estudos de Venenos e Animais Peçonhentos

Journal of Venomous Animals and Toxins including Tropical Diseases

Juliana Siani Simionato

Journal of Venomous Animals and Toxins including Tropical Diseases

Rui Seabra Ferreira Junior, Centro de Estudos de Venenos e Animais Peçonhentos

Journal of Venomous Animals and Toxins including Tropical Diseases

Benedito Barraviera, Centro de Estudos de Venenos e Animais Peçonhentos

Journal of Venomous Animals and Toxins including Tropical Diseases

Referências

ANDRADE, Jailson B. de; GALEMBECK, Fernando. QUALIS: Quo Vadis?. Quím. Nova, São Paulo, v. 32, n. 1, p. 5, 2009 .

BRAMBILLA, Sônia Domingues Santos; STUMPF, Ida Regina Chittó. Produção científica da UFRGS representada na WOS (2000-2009). Perspectivas em Ciência da Informação, v. 17, n. 3, p. 34-50, 2012.

BRASIL. Ministério da Educação (Mec). Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes). Diretoria de Avaliação, Reestruturação do Qualis. 2008. Disponível em: <https://www.capes.gov.br/images/stories/download/avaliacao/Restruturacao_Qualis.pdf.> Acesso em: 28 ago. 2019.

BRASIL. Ministério da Educação (Mec). Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes). Considerações sobre Qualis Periódicos. 2016. Disponível em: < https://www.capes.gov.br/images/documentos/Qualis_periodicos_2016/Direito_Qualis_.pdf.> Acesso em: 28 ago. 2019.

TARGINO, Maria das Graças; GARCIA, Joana Coeli Ribeiro. Ciência brasileira na base de dados do Institute for Scientific Information (ISI). Ci. Inf, v. 29, n. 1, p. 103-117, 2000.

SILVA, José Aparecido da; BIANCHI, Maria de Lourdes Pires. Cientometria: a métrica da ciência. Paidéia (Ribeirão Preto), v. 11, n. 21, p. 5-10, 2001.

GARFIELD, Eugene. Journal impact factor: a brief review. 1999.

GRÁCIO, Maria Cláudia Cabrini; OLIVEIRA, Ely Francina Tannuri de. Indicadores cientométricos normalizados: um estudo na produção científica brasileira internacional (1996 a 2011). Perspectivas em Ciência da Informação, p. 118-133, 2014.

GROSS, Paul L. K.; GROSS, Edward M. College libraries and chemical education. Science, v. 66, n.

, p. 385-389, 1927.

LOPES, Sílvia et al. A Bibliometria e a Avaliação da Produção Científica: indicadores e ferramentas. In: Actas do congresso Nacional de bibliotecários, arquivistas e documentalistas. 2012.

Publicado

2019-09-25

Como Citar

Domingues, R. S. ., Cassaro, C. V. ., Santos, L. D. dos ., Nunes, H. R. de C. ., Simionato, J. S. ., Shintaku, M. ., Ferreira Junior, R. S. ., & Barraviera, B. . (2019). EVOLUÇÃO HISTÓRICA DO FATOR DE IMPACTO (FI) NA BASE WEB OF SCIENCE (WOS) DOS PERIÓDICOS DO BRASIL ENTRE 2008 E 2018. Abec Meeting, 1–7. Recuperado de http://ojs.abecbrasil.org.br/index.php/abec/article/view/131

Edição

Seção

Artigos

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)

1 2 > >>